Lembro-me como se fosse hoje, do lançamento do Dreamcast. Quando liguei-o pela primeira vez, meus olhos mal podiam acreditar no que viam. Para quem então, estava acostumado com os gráficos do Playstation e do Nintendo 64, foi um choque e eu mal podia conter o sorriso de tanta empolgação.

Mais de 10 anos se passaram, e de vez em quando ainda o ligo para matar saudades. Seus jogos são memoráveis e resolvi fazer uma lista com os 15 melhores jogos do Dreamcast. Um console que marcou época e certamente marcou minha vida.

15º Lugar - Skies of Arcadia / Eternal Arcadia

Um dos poucos RPGs que se salvam para Dreamcast, SoA marcou com uma história que envolve piratas e barcos que voam. O jogo ainda foi convertido com poucas mudanças para Game Cube, mas estamos esperando uma verdadeira sequência para os consoles atuais. Vale lembrar que já houveram fortes rumores de um SoA 2 ainda na época do Dreamcast, mas essa sequência nunca foi anunciada oficialmente.

14º Lugar - Space Channel 5

 

Você já conseguiu esquecer a Ulalá? Eu não! Tivemos a conversão dos dois jogos para Playstation 2. Uma mistura de Genius com ritmo e música. Eu particularmente me diverti muito com este game.

13º Lugar – Marvel vs Capcom 2

O jogo foi surpreendentemente equilibrado e muito divertido para os fãs de jogos de luta em 2D. O jogo também foi lançado pro PS2 e Xbox, mas o DC tinha um hardware muito semelhante ao da placa-mãe do Arcade Naomi, e isso ajudou com que a versão do DC fosse a versão definitiva do jogo.

12º Lugar – Virtua Tennis 2

Virtua Tennis 2 (conhecido como Tennis 2K2 nos EUA e Powers Smash 2 no Japão) é a sequência do jogo Virtua Tennis, o jogo foi lançado para Dreamcast, Sega NAOMI e Playstation 2 (nomeado como Sega Sports Tennis) em 2001.Novas opções incluindo jogadoras femininas (como Monica Seles, Venus Williams, Serena Williams e Lindsay Davenport) foram adicionados ao jogo. O jogo foi desenvolvido pela Hitmaker, divisão da Sega, com a Acclaim Entertainment públicando na Europa.

11º Lugar – Soul Calibur

Este jogo teve grande popularidade mesmo com a morte prematura da Dreamcast e levou o sua sequência SoulCalibur 2 até todos os consoles da geração seguinte (Playstation 2, Gamecube e XBOX). Hoje a serie já está em seu quarto episódio, contando sempre com novos personagens.

10º Lugar – Ikaruga

Ikaruga é considerado o último lançamento relevante para o console Dreamcast, e um jogo muito esperado por fãs do gênero “shoot-em-up” clássico (jogo de tiro). Trata-se de uma espécie de continuação de Radiant Silvergun, lançado pela Treasure no Japão para o Sega Saturn, e que até hoje muitos consideram o melhor shoot-em-up de todos os tempos.

9º Lugar – Sonic Adventure

Um dos melhores jogos de Dreamcast sem duvidas,  é o melhor jogo do ouriço depois de Sonic The Hedgehog 2.

Hoje em dia não temos nenhum jogo do ouriço decente.  O melhorzinho é o Unsleashed no qual o que estraga é a versão monstro, do ouriço tanto é, que em 2003 fizeram um remake desta maravilha não deveria passar despercebido quando se é fã do mascote da Sega.

A historia é pretexto para fazer o ouriço correr feito um louco, tudo começa quando surge uma criatura chamada Chaos que se alimenta das esmeraldas do caos. Agora Sonic deverá derrota-lo para salvar o mundo.

O jogo nos dá uma sensação de velocidade incrível e possui um cenário todo colorido e totalmento explorável. Em 2001 o game ganhou um continuação com direitos a graficos melhores e mais velocidade,  fazendo do game um pequeno adeus a série Sonic nos consoles, pois desde então não se vê mais nenhum jogo bom do ouriço.

8º Lugar Jet Set Radio

Pioneiro no cell shading ( uma tecnica que mistura 3d com 2d para dar se a impressão que é desenho animado) o jogo fez bonito na vida do Dreamcast nele você é um grafiteiro que deve desafiar gangues rivais e escapar da policia ótimo jogo recomendado para quem quer conhecer o console.

7º Lugar – Resident Evil Code Veronica

Um dos jogos mais favoritos e esquecidos de todos tempos, pra quem não sabe, foi Code Veronica que inspirou Resident Evil 3: Nemesis. Um exemplo é o giro em 180°, que foi originalmente feito no Code Veronica a colocado no Resident Evil 3, ambos os jogos foram desenvolvidos ao mesmo tempo, mas o Code Veronica foi feito totalmente em 3D e lançado somente um ano depois (para não arruinar as vendas do Resident Evil 3), a história do jogo se passa 3 meses após o incidente em Reccoon City, e se passa na Ilha de Rochfort, posteriormente ganhou versões para o PS2 e o GC, batizadas como Code Veronica X, mesmo assim muitos consideram a versão do DC como a melhor de todas.

6º Lugar – Power Stone

Eu digo: sim é um jogo baseado em anime e digo mais uma vez sim é exclusivo para Dreamcast e arcade da Sega.

O jogo foi baseado no anime que leva o mesmo nome e trata se de um game de luta no qual a interação com o cenario é surpreendente dando possibilidade de utilizar quase tudo que esta nele  fora que o jogo possui um grande acervo de combos.

5º Lugar – Crazy Taxi

Corridas arcades hoje são enfadonhas, mas na era do Dreamcast, mais especificamente com Crazy Taxi, as coisas eram alucinantes e divertidas. No game você era um motorista de Taxi e ficava responsável por levar as mais estranhas personalidades a seus destinos.

4º Lugar - Metropolis Street Racer

Metropolis Street Racer se tornou conhecido por apresentar o sistema “Kudos” (no qual os jogadores são premiados por pilotar com estilo e velocidade), e por suas recriações das cidades de Londres, Tóquio e São Francisco. As músicas do jogo foram compostas por Richard Jacques, e são apresentadas por meio de oito estações de rádios ficcionais (três em cada cidade), semelhante ao sistema utilizado na série Grand Theft Auto.

A jogabilidade em MSR está centrada no modo single-player, que disponibiliza também os carros e pistas do modo multiplayer. A premissa do jogo se baseia em, como um corredor de rua, impressionar os outros pilotos com uma direção rápida e de estilo em uma série de desafios.

Muitos dos conceitos usados em Metropolis Street Racer foram aproveitados na série Project Gotham Racing da Bizarre Creations no Xbox.

3º Lugar – Sonic Adventure 2

Foi a sequência do primeiro jogo da série, o game foi bem recebido pela crítica e posteriormente também ganhou uma versão para o GameCube.

2º Lugar – Shenmue 2

Eis a sequência que todos esperavam ansiosamente.

Em Shenmue II, Ryu conta com mapas, já que os cenários são muito maiores que Yokosuka (o ambiente do episódio 1). Ele pode também escolher diversas opções de diálogos, e uma interface sensível a contexto como a de Zelda foi empregada, onde cada botão tem uma função diferente, dependendo do local onde o personagem está. E vocês lembram como muitas vezes era preciso ficar esperando um tempão por eventos com hora marcada? Shenmue 2 tem uma função que permite “pular” até a hora do evento em questão. Nada mal! Ah, e pode apostar que os load times estão bem menores também. Shenmue II também possui uma versão lançada para o primeiro Xbox, motivo pelo qual eu mantenho o meu até hoje em casa.

Ei Sega, cade a continuação? Todos os fãs desta belíssima história estão aguardando.

1º Lugar – Shenmue

O primeiro lugar não podia ser outro. Este jogo é inesquecivel muitos que tinham Dreamcast falam que este jogo  é o melhor do console e que foi o ultimo trabalho que a Sega fez de bom após este titulo .

Definido pelo seu idealizador como um FREE (Full Reactive Eyes Entertainment), e a trama do jogo se passa na década de 80 quando o jovem rapaz  Ryo Hazuki, um certo dia volta para casa e se depara com o assassinato de seu pai pelas mãos de um homem chamado Lan Di, chefe de uma organização mafiosa chinesa, e com o roubo de um estranho e misterioso espelho chamado Dragon Mirror (Espelho do Dragão). No entanto, existe um espelho gêmeo, chamado Phoenix Mirror (Amuleto do Fenix). Ryo terá de encontrar o Phoenix Mirror, recuperar o Espelho do Dragão, vingar o seu pai e descobrir as razões da sua morte. Ele terá igualmente que chegar a Hong Kong onde se encontrará com Ling Sha Hua com quem está telepaticamente ligado e com que sonha constantemente.

A jogabilidade é meio beat in up,  com fortes elementos de RPG e exploração, também tem pegadas de Virtua Fighter. O jogo também foi responsável pela popularização dos QTE, ou Quick Time Events. Esse sistema nada mais é do que aquelas sequências de botões que aparecem na tela para que os jogadores as repitam. Quem jogou God of War sabe do que estou falando.

Este jogo é um dos melhores jogos que já tive o prazer de jogar, sem dúvida é um dos jogos da minha vida, e cada vez que eu escuto a música tema me emociono bastante. Realmente está fazendo falta um jogo desta magnitude atualmente.

Então é isso pessoal, quem teve este console, aproveitou um dos melhores videogames já lançados até hoje.

Eu ainda tenho o meu, e pretendo nunca me desfazer do mesmo.

Se o seu game preferido ficou de fora desta lista, fique a vontade para compartilhar nos comentários.

Vida longa ao Dreamcast